sexta-feira, 15 de maio de 2009

Culto – 23/11/08

“Aquele que habita no esconderijo do altíssimo a sombra do Todo Poderoso, descansará”.

Marcos 7:31-37

“31 E ele, tornando a sair dos termos de Tiro e de Sidom, foi até ao mar da Galiléia, pelos confins de Decápolis. 32 E trouxeram-lhe um surdo, que falava dificilmente; e rogaram-lhe que pusesse a mão sobre ele. 33 E, tirando-o à parte, de entre a multidão, pôs-lhe os dedos nos ouvidos; e, cuspindo, tocou-lhe na língua. 34 E, levantando os olhos ao céu, suspirou, e disse: Efatá; isto é, Abre-te. 35 E logo se abriram os seus ouvidos, e a prisão da língua se desfez, e falava perfeitamente. 36 E ordenou-lhes que a ninguém o dissessem; mas, quanto mais lhes proibia, tanto mais o divulgavam. 37 E, admirando-se sobremaneira, diziam: Tudo faz bem; faz ouvir os surdos e talar os mudos.”

Jesus sente dor perante o mal alheio e deu uma nova oportunidade a este povo que o rejeitou, voltando a mesma região após ter sido expulso.
Um homem foi levado a Jesus em suplica e as pessoas creram no poder de cura, pois antes não acreditavam.
Os moradores de Decápolis creram que Jesus tinha o poder para curar esses enfermos, Jesus tirou o homem da multidão colocou a mão e gritou e o homem passou a ouvir e a falar.

Este é o método de Jesus, não são os nossos métodos que curam as pessoas como alguns divulgam no mundo, Jesus mostra neste texto a verdadeira forma da cura.
Quais as circunstâncias que aconteceram nesse milagre:
Em primeiro lugar Jesus realiza este milagre longe dos holofotes
Em segundo lugar Jesus cria uma ponte de contato com esse homem para despertar-lhe a fé. Foi o toque de Jesus que fez ressurgir a Fé.
Em terceiro lugar Jesus pronuncia uma palavra de poder.
Em quarto lugar Jesus cura o enfermo imediatamente e completamente.

O Messias não vem apenas para fazer a cura, ele vem para transformar o mundo, nos tirar do lado do pecado e trazer do lado da preparação, para que nós um dia fiquemos ao lado dos anjos.

Homens e homens:
Alguns homens não vêem nada em Cristo para admirar.
Outros homens admiram o que Cristo faz, mas não admiram o que Cristo é.
Outros ainda admiram a Cristo, mas não o adoram.
E finalmente alguns homens não apenas o admiram, mas também o adoram.

Eu digo: Como não admirar, adorar e chorar por Cristo? Depois de tudo o que ele fez, ainda o crucificaram e o mataram e ainda o fazem nos dias de hoje, e o que ele responde a isto: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”.

Finalizo pedindo desculpas a este e a outros Pastores da Igreja Adventista da Promessa que deram a palavra, mas acabei não anotando o nome, mas tenho certeza que estes ficaram felizes da mesma forma.

Sheila Correia

Nenhum comentário:

Postar um comentário